Ensino de História, cultura e diversidade na contemporaneidade

Osvaldo Mariotto Cerezer, UNEMAT – Universidade do Estado de Mato Grosso

Fernanda Martins da Silva, UNEMAT – Universidade do Estado de Mato Grosso

Renilson Rosa Ribeiro, UFMT – Universidade Federal de Mato Grosso

Este GPD possui como objetivo proporcionar um espaço para socialização, debates e reflexões sobre questões complexas relacionadas ao ensino de história, cultura e diversidade na contemporaneidade, visando o reconhecimento e fortalecimento das diferenças e da educação como prática democrática e libertadora. Defendemos a necessidade urgente de ensinar conhecimentos históricos abrangentes e inclusivos, que rompa com a consistente cultura de preservação de um saber histórico eurocêntrico repleto de olhares e interpretações superficiais, estereotipadas e simplistas sobre a configuração da sociedade brasileira e dos diferentes atores envolvidos no processo de construção da mesma. Ensinar história hoje significa compreender que não é mais possível pensar e ensinar história a partir de fora, de outros lugares e olhares, sem reconhecer que esta história é incompleta, interessada, impositora e excludente, pois não considera a diversidade de sujeitos históricos e suas vozes, de etnias e de culturas com especificidades próprias que foram intencionalmente negligenciadas durante muito tempo pelo conhecimento histórico tradicional e pela história ensinada. Pensar os diferentes atores/sujeitos históricos e os lugares ocupados pelos mesmos na configuração social e na história escrita e ensinada, significa pensar na possibilidade de construção de novos olhares e entendimentos capazes de fazer compreender que a história da sociedade brasileira é mais abrangente e complexa e possui muito mais atores envolvidos do que imaginamos e aprendemos na escola